Grupos Focais Padrão SEMCO em Policarbonato

Grupos Focais Padrão SEMCO em Policarbonato

Economia média de R$ 1.064,65 por módulo instalado a cada 5 anos. Clique abaixo para saber mais.

MODELOS:

  • Principal tipo I, 3x200mm;
  • Principal tipo T, 4x200 mm;
  • Repetidor tipo I, 3x200mm;
  • Pedestre 2x200 mm;
  • Ciclista 3x200mm.

Os semáforos REALMOBI são produzidos com materiais de alta qualidade e durabilidade, que oferecem produtos com maior tempo de duração e mais segurança.

A parte externa do semáforo é em POLICARBONATO, um material altamente resistente, flexível, que oferece vários benefícios como:

  • ATENDE TODOS OS REQUISITOS TÉCNICOS DO MANUAL DE SINALIZAÇÃO SEMAFÓRICA DO DENATRAN E NORMAS BRASILEIRAS DE TRÂNSITO;
  • MAIOR DURABILIDADE;PADRÃO SEMCO, NORMAS ABNT, DENATRAM E DEMAIS REGULAMENTAÇÕES DE TRÂNSITO;
  • ATENDE A Norma ABNT NBR 7995
  • UTILIZADO EM CIDADES COMO SÃO PAULO, RIO DE JANEIRO E CURITIBA;
  • MENOR CUSTO OPERACIONAL;
  • NÃO GERA INTERESSE EM FURTO, POIS NÃO TEM VALOR COMERCIAL, DIFERENTE DOS SEMÁFOROS EM ALUMÍNIO;
  • APARÊNCIA DE NOVO POR MUITO MAIS TEMPO, POIS A COR É INJETADA NO PLÁSTICO;
  • A migração para semáforos de policarbonato é uma tendência em todo Brasil, o menor custo do material e seus benefícios, são atrativos para a maior parte das cidades, que tem orçamentos cada vez mais reduzidos e enxutos.
  • O uso de plástico de alta resistência é qualidade, ocorre em toda a cadeia produtiva do Brasil, sobretudo na indústria automobilística, que obteve redução de custos e maior qualidade, com aplicação de materiais semelhantes ao POLICARBONATO.
  • Material mais moderno: leve, sustentável, plástico de engenharia com todas as proteções UV necessárias para uso externo;
  • Menor custo operacional: de implantação, de manutenção e de transporte;Material mais durável: não perde cor ou descasca, pois a injeção é na cor preta;
  • Apresenta características de novo por muito mais tempo (Curitiba e São Paulo já usam há 8 anos)Não amassa as pestanas (cobre foco): material mais flexível que o alumínio;
  • Não gera interesse em furto: baixo valor comercial do policarbonato no mercado de reciclagem ao inverso do alumínio;
  • Redução de acidentes: Menor peso do grupo focal aplicará menor esforço na estrutura metálica do semáforo;
  • Danos reduzidor: No caso de acidentes os danos a terceiros são muito inferiores;
  • Normas Atende todos os requisitos do manual de sinalização semafórica do Denatran e normas brasileiras de trânsito;
  • Tendência de mercado: Diversas cidades brasileiras em migração para os grupos focais em policarbonato.